5 vantagens da casa própria
5 vantagens da casa própria

Como comprar 15 Junho 2020 Por Emília Felix

5 vantagens da casa própria

É constante a busca do brasileiro pelas vantagens da casa própria e por oportunidades de finalmente poder ter um lugar só seu. É uma questão cultural, mas também de segurança e estabilidade ter o aluguel apenas como uma fase de transição de vida até a compra de um imóvel. A compra de um imóvel possui ao mesmo tempo elementos objetivos e também subjetivos.

Por um lado, é preciso que haja um bom planejamento financeiro junto à família e uma projeção de anos futuros para ver se a compra é realmente o passo ideal para aquele momento de vida. Por outro lado, existem as emoções envolvidas no processo de conquista da casa própria, que desde sempre foi sinônimo de uma mudança de vida para o brasileiro. Uma decisão importante como essa precisa ser pensada com carinho, e é por isso que neste artigo separamos os principais pontos positivos da aquisição da casa própria.

Família em sua casa própria na mesa de jantar enquanto as crianças tomam uma xícara de chá
Com um plano bem traçado, você garante o futuro da família com a casa própria

1. É um patrimônio pessoal

Parece que um imóvel alugado, por mais que decorado à sua maneira, nunca vai ser verdadeiramente seu, porque existem elementos nele que não podem ser modificados. Nem sempre você quer gastar com pequenas reformas porque pode ser que no próximo ano você nem esteja mais morando no mesmo lugar, e isso faz todo sentido.

Uma casa própria te dá liberdade para fazer o que você quiser, desde questões estruturais de alterações na planta até em itens de decoração e posicionamento de fiações e encanamentos. A melhor parte é que o seu dinheiro de reformas e consertos é convertido em um investimento, já que transformações no seu imóvel fazem com que ele seja mais valorizado.

Moça sentada no chão de sua casa própria planejando as reformas que vai fazer no imóvel
Em uma casa própria você pode fazer reformas sem sentir que está perdendo dinheiro

2. É um investimento seguro

O mercado imobiliário é um nicho de investimentos considerado seguro. Ele é previsível, já que funciona em ciclos. Isso significa que há boas possibilidades de valorização e também uma boa liquidez, para caso você precise do dinheiro com urgência. De forma geral, um patrimônio físico como uma casa ou um apartamento é uma garantia de reserva financeira e um legado para a família.

Assim, você sai do patamar de gasto para o de investimento, já que é um dinheiro que de alguma forma retorna para você. Quando falamos em investimentos costumamos pensar em ações e bolsa de valores, mas investir em imóveis não necessariamente tem a ver isso, porque fala sobre a aquisição de um imóvel próprio com a intenção de obter lucro com ele.

Para obter de fato as vantagens da casa própria, a lucratividade desse tipo de investimento pode ser observada a longo prazo, por meio da revenda e do aluguel. Por isso a escolha da localização e do tipo de imóvel é tão importante. É preciso ter visão de futuro, porque optando pela unidade correta, você pode apostar na valorização daquela região e colher os frutos disso no futuro.

Uma balança onde de um lado há um relógio e do outro há dinheiro para representar que com o passar o tempo os bens imobiliários sofrem valorização
Ao contrário de outros bens, os imóveis tendem a valorizar com o passar o tempo

3. É segurança e estabilidade

Não depender de contratos de locação, não precisar lidar com fiadores, imobiliárias e surpresas de proprietários que acabam com sua individualidade porque a todo momento interferem nas decisões do imóvel, tendo um lugar só seu você decide o que, como e quando fazer.

Invista com segurança sabendo que você estará montando um patrimônio e garantindo o futuro da família em um imóvel pensado para abrigar e fornecer a sensação de lar que você precisa para se sentir em casa.

Desenho de criança com uma família de pai, mãe e filhos crianças e uma casa própria ao lado
Uma casa própria dá a segurança que sua família precisa para evitar imprevistos

4. É uma conta previsível

Quando você opta por um financiamento imobiliário, já conhece as condições de entrada, prazo e juros da primeira à última parcela. Apesar de ter um comprometimento “exato” com o aluguel, você sofre com reajustes periódicos de aluguel, condomínio e IPTU, que aumentam todos os anos por conta da inflação.

A dica não é saber qual tipo de financiamento é o mais barato, e sim qual das modalidades é melhor para você. Eles se baseiam em taxas diferentes e podem possuir parcelas com valores variados, tudo para facilitar o pagamento e garantir que você vai conseguir comprar seu imóvel de forma saudável e sem comprometer muito da sua renda mensal.

Além disso, existem outras possibilidades de pagamento para esse fim além do crédito imobiliário, como o consórcio, muito conhecido por ser oferecido pela Caixa Econômica, e também a utilização do FGTS como parte do pagamento do seu imóvel. Tudo para mostrar que às vezes com o mesmo valor de um aluguel, você consegue arcar mensalmente com as parcelas da sua casa própria e conquistar de uma vez esse sonho tão desejado.

Casal sentado em uma mesa observando papéis e fazendo contas de um financiamento imobiliário para aquisição da sua casa própria
Apesar de longos, os financiamentos imobiliários têm parcelas previsíveis do início ao fim

5. É muito fácil começar

Para dar início à jornada de compra de um imóvel, você precisa de muita pesquisa! E nada melhor do que navegar sem compromisso e conhecer várias casas e apartamentos diferentes. Só assim, você é capaz de definir qual é o tipo ideal de imóvel para as necessidades da sua família.

Aproveite para simular opções de financiamento imobiliário e fazer projeções de pagamentos para os próximos anos. Existem opções de compra com preços equivalentes ao de um aluguel e que vão te aproximar cada vez mais da casa própria! Conheça já a calculadora de financiamento do Comdono.

Instagram