60 anos de Brasília: passeio pela capital
60 anos de Brasília: passeio pela capital

Dica | Comdono 16 Abril 2020 Por Emília Felix

60 anos de Brasília: passeio pela capital

Comemoramos os 60 anos de Brasília em 2020. A capital federal do Brasil e sede do governo do Distrito Federal aparenta ser pequena perto do tamanho da região Centro-Oeste, mas é a maior cidade do mundo construída no século XX e a terceira cidade mais populosa do país.

O Plano Piloto é um dos elementos mais representativos de Brasília. Ele faz parte do projeto urbanístico criado pelo urbanista e arquiteto Lúcio Costa, que começou a ser colocado em prática a partir de 1956 junto ao arquiteto Oscar Niemeyer e ao engenheiro estrutural Joaquim Cardozo.

O conceito modernista aplicado à cidade deu a ela um lugar na lista de Patrimônios Culturais da Humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em 1987. Se você tiver interesse em conhecer mais sobre os elementos que tornam Brasília tão especial, continue a leitura!

Esplanada dos Ministérios

Em meio ao Eixo Monumental, via de 16 km que representa o “corpo” do avião do Plano Piloto e liga a Rodoferroviária de Brasília e a Praça dos Três Poderes, está a Esplanada dos Ministérios. O vasto gramado é palco para muitos eventos, como o próprio show que comemora o aniversário da Brasília todos os anos.

É também na esplanada que abrigamos os ministérios, órgãos que fazem parte do Poder Executivo e se dividem em diferentes pastas. São 17 prédios no total, 10 do lado sul e 7 do lado norte, todos com a mesma estrutura, dando unidade e tranquilidade no olhar quando vistos de longe.

E para comemorar os 60 anos de Brasília, você pode conhecer toda a extensão da esplanada a pé ou até mesmo de bicicleta, com o sistema de bicicletas públicas Bike Itaú

Para comemorar os 60 anos de Brasília, foto com lateral da cúpula do Congresso Nacional e alguns dos ministérios de Brasília no canto, para ilustrar a Esplanada dos Ministérios
Os ministérios se estendem da Praça dos Três Poderes até o Teatro Nacional

Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida

É a catedral católica que serve a capital federal. Sede da Arquidiocese de Brasília, ela recebe cerca de um milhão de visitantes por ano e oferece, além das visitações, missas, confissões, catequese, batismos e encontros preparatórios para o matrimônio.

Dos 60 anos de Brasília, seu primeiro monumento foi inaugurado em 1970 com projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer e projeto estrutural de Joaquim Cardozo. Ao longo dos anos, passou por diversas reformas, sendo a última em 2012, com foco na atualização e reparação do edifício e de sua infraestrutura.

A catedral é representada pelo pároco Pe. João Firmino Galvão Neto desde 2016. Ela funciona e recebe visitas às segundas-feiras das 8h às 17h, às terças e sextas-feiras das 10h30 às 17h e de quarta-feira a domingo das 8h às 17h.

Suas missas são celebradas diariamente, nos seguintes horários:

  • terça a sexta-feira: 12h15
  • sábado: 17h
  • domingo 8h30, 10h30 e 18h

Para as confissões, é preciso comparecer à catedral entre terça e sexta-feira das 11h às 12h. Já os batismos podem ser realizados aos sábados das 9h às 12h, no caso do batismo comunitário, realizado no Batistério, ou aos domingos às 9h30, na própria Catedral.

As turmas de catequese para adultos são formadas periodicamente e suas aulas são ministradas todos os sábados das 9h às 12h. O encontro preparatório para noivos, por sua vez, conta com 8 reuniões, realizadas às quintas-feiras, das 20h às 22h.

Mais informações sobre os serviços oferecidos podem ser obtidas pelo e-mail catedraldebrasiliansa@gmail.com ou pelo telefone (61) 3224-4073.

Para comemorar os 60 anos de Brasília, foto da Catedral Metropolitana de Brasília
A catedral é a sede da Arquidiciocese da capital federal

Conjunto Cultural da República João Herculino

É formado pelo Museu Nacional Honestino Guimarães e pela Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola, ambos localizados ao lado da Rodoviária do Plano Piloto e com o objetivo de fomentar o acesso democrático à educação e à cultura em Brasília.

O Museu Nacional de Brasília começou a ser construído em 1999 e foi inaugurado em 2006. O local recebe exposições itinerantes, palestras, mostras de filmes, seminários, workshops e festivais de teatro. Os eventos devem ser consultados em seus canais oficiais.

Mais informações podem ser obtidas no e-mail museu@cultura.df.gov.br ou pelos telefones (61) 3325-5220 e (61) 3325-6410. Para visitar, é só comparecer em algum desses dias e horários:

  • segunda-feira: 14h - 18h30
  • terça-feira a domingo: 9h - 18h30

A Biblioteca Nacional de Brasília, por sua vez, possui um salão para leitura com 58 lugares no 2º andar e para estudo com 130 lugares no 3º andar. Também é possível utilizar salas de estudo em grupo para encontros de até 6 pessoas. Essas salas são reforçadas com paredes em vidro duplo, para proporcionar isolamento acústico e privacidade ao grupo para conversar.

No térreo, há uma área com espaço infantil que promove atividades para grupos de até 20 crianças, mediante agendamento. O ambiente conta com infraestrutura própria para jogos infantis, além de livros e computadores. Outro lugar interessante da biblioteca é o espaço CLIC, que foi reaberto no ano passado, após passar por reforma. A sigla, que remete a Conectar, Ler, Interagir e Conhecer dá nome ao espaço que fica no térreo e que oferece 51 estações de trabalho com acesso à internet para fomentar a inclusão digital de jovens e adultos. A utilização do CLIC está sujeita a um cadastro com informações básicas na instituição.

Caso haja interesse em reservar algum espaço da biblioteca para a realização de um evento ou para visitas em geral, entre em contato pelo e-mail bnb@cultura.df.gov.br, pelo telefone (61) 3325-6257, ou compareça nos horários de visitação:

  • segunda a sexta-feira: 8h - 20h
  • sábado e domingo: 8h - 14h
Para comemorar os 60 anos de Brasília, foto do Museu Nacional de Brasília, localizado no Conjunto Cultural da República, na capital
O museu fica aberto para visitação todos os dias da semana

Torre de TV de Brasília

A segunda estrutura mais alta do Brasil foi inaugurada em 1967 com o objetivo de abrigar antenas para emissoras de rádio e TV. Com 230 metros de altura, ela possui um mezanino disponível para eventos com uma vista privilegiada para contemplação.

No primeiro andar está o carro-chefe da Torre: o mirante. A 75 metros do chão, a visita proporciona uma vista panorâmica da Esplanada dos Ministérios, bem como das Asas Sul e Norte. E não para por aí! Do lado de fora, você pode desfrutar dos shows da Fonte Luminosa, que ocorrem nos seguintes dias e horários:

  • terça a sexta-feira: 12h e 18h
  • sábado, domingo e feriados: 10h, 12h, 17h, 18h e 19h

A Feira de Artesanato da Torre de TV é uma parada obrigatória para o turista em Brasília. Com uma grande oferta de materiais de artesanato e móveis feitos à mão, a Feira é o local perfeito para passear com a família naquele dia de domingo. 

Destaque para os restaurantes de várias nacionalidades. Algumas opções são a Barraca da Mainha, o Tempero Goiano, a Pastelaria Minas Gerais, a Esquina Luso-brasileira, o Fino Sabor Brasileiro, a Barraca da Tapioca, o Suave Sabor do Maranhão, o Kebab em Brasília e o Recanto do Pará. Você pode conhecer a feira de terça a quinta-feira das 9h às 17h ou de sexta-feira a domingo das 9h às 18h.

Para comemorar os 60 anos de Brasília, foto da Torre de TV de Brasília, com sua Fonte Luminosa e a Feira de Artesanato da Torre de TV ao lado
Os shows da Fonte Luminosa, que duram 30 minutos cada

Ponte JK

Talvez um dos monumentos mais especiais ao tratarmos dos 60 anos de Brasília, a ponte Juscelino Kubitschek, também conhecida como Terceira Ponte, é o verdadeiro cartão postal de Brasília. Ela tem 1200 metros de comprimento e foi inaugurada em 2002 com o objetivo de ligar o Lago Sul, o Jardim Botânico, o Paranoá e São Sebastião ao centro da capital.

Sua estrutura foi pensada com arcos que lembram uma pedra quicando sobre a água. E a beleza não se estende só à sua aparência! Sua calçada é palco para passeios de bicicleta e caminhadas, como também para belas fotos no pôr-do-sol. Na beira do lago, você conta com bares e restaurantes que oferecem uma experiência de qualidade para almoços e jantares com o conforto e uma vista privilegiada do Lago Paranoá.

Para comemorar os 60 anos de Brasília, foto da Ponte JK vista de cima de sua rampa
A ponte JK se tornou o cartão postal de Brasília

Para cada um desses monumentos, há um imóvel para você construir um lar em Brasília. Casas e apartamentos para compra e venda nos principais bairros da capital federal você encontra no Comdono.

Instagram