Como nasceu o Comdono
Como nasceu o Comdono

Comdono 11 Outubro 2019 Por Flávio Freitas

Como nasceu o Comdono

O Comdono surgiu porque acreditamos que um imóvel é parte do seu sonho. Acreditamos que essa é a conquista mais importante da sua vida. Entendemos que não se deve comprar um imóvel por influência e nem mesmo que alguém além de você saiba o momento certo de tomar essa decisão tão importante.

Existimos para trazer todas as informações necessárias para que você realmente compre um imóvel que tem potencial para ser o seu lar. E para quem vende, sabemos que por trás de um imóvel existe uma história: o que se vende é, também, um pedacinho dela.

Homem e mulher negros de pé em frente a uma bancada de cozinha enquanto cozinham e sorriem um para o outro
Todo lar tem uma história que merece ser contada pelo dono

Somos uma empresa startup que tem como objetivo facilitar uma compra ou venda de imóveis sem intermediários. A ideia é que compradores e vendedores possam realizar uma negociação sem corretores de imóveis e nem imobiliárias, economizando quantias significativas no processo.

Estamos inseridas no rol de empresas que oferecem serviços de publicidade e marketing digital porque acreditamos que é por meio da tecnologia que podemos fomentar um novo modelo de compra e venda no mercado imobiliário, onde os envolvidos possam negociar diretamente.

Homem e mulher sentados um de frente para o outro enquanto conversam
A venda direta permite uma negociação fácil e livre de intermediários

A ideia do Comdono

A startup veio com o acúmulo de uma experiência de mais de 20 anos no mercado imobiliário trazida por três de seus sócios: Flávio, Beto e Elton. Residentes de Brasília, os três acompanharam de perto alguns dos principais setores relacionados ao mercado imobiliário como o urbanismo, a compra e venda e a construção civil.

A lição que tiraram de tudo isso foi a de que a intermediação imobiliária traz desconfiança para o processo de compra e venda. Por muito tempo, o papel do corretor de imóveis foi visto como crucial para quem quer comprar ou vender, afinal, apenas ele conhece e sabe de cor sobre toda a burocracia que envolve uma transação imobiliária, certo? Errado.

Casal fazendo visita a um imóvel acompanhados por um corretor de imóveis
A expertise de um profissional não é realmente necessária na maioria das transações imobiliárias

A venda simples, que ocorre na maioria dos casos, não exige documentações exorbitantes e nada que seja impossível de se entender. Disso, vem uma reflexão: será que precisamos realmente gastar até 7% do valor de venda com esse serviço de apoio?

Todas essas questões esbarraram em uma mesma resposta, que é a falta de transparência. As pessoas confiam seus imóveis a terceiros porque desconhecem o processo e seus trâmites jurídico-burocráticos.

E por que isso acontece? Esse grupo de profissionais acredita que o cidadão comum não pode ou não vai ter tempo de se aprofundar na negociação, mas muitas vezes perde-se ainda mais quando você não acompanha de perto o que está acontecendo na venda.

Homem sentado em uma mesa com a mão no queixo como se estivesse pensativo ou com dúvidas
É comum enxergar o processo como complicado, por envolver trâmites burocráticos e cartoriais

No Comdono não queremos apenas que você compre ou venda sozinho, mas que você acredite que é capaz! Sabemos que a maioria dos brasileiros não tem conhecimento da negociação imobiliária, e é por isso que aqui você é a nossa prioridade.

Acima de tudo, queremos informar e empoderar nossos usuários para que eles entendam que esse tipo de negociação é mais simples do que parece.

Casal lado a lado segurando uma chave nas mãos
Com as informações certas, a conquista do seu lar fica muito mais fácil

O surgimento do Comdono

Tendo a percepção de que o intermediário é um mal necessário que acaba não sendo tão necessário assim, teve-se a ideia de criar uma solução para a viabilização da compra e venda imobiliária de uma forma simples e direta, que fizesse com que os envolvidos tivessem mais segurança e ganhassem tempo no processo.

Em meados de 2018, mais uma pessoa entrou na equipe. Durante um programa de aceleração do Founder Institute em Brasília, Flávio e Filipe se conheceram e resolveram unir forças para dar vida ao projeto. Filipe se tornaria então mais um dos sócios e hoje também o cabeça do setor de tecnologia da empresa.

Flávio e Filipe, os dois sócios da startup do setor imobiliário Comdono
A parceria entre Filipe e Flavio deu origem ao projeto inicial do Comdono

A equipe do Comdono

A empresa começou pequena, com foco no produto inicial, que era o site. Em 2019, mais pessoas entraram na equipe para compor os times de marketing e vendas. Hoje somos cerca de 20 pessoas no time, passando pelas áreas de tecnologia, administração, marketing e vendas. A sede do Comdono fica em Brasília, cidade onde também atua, pelo menos até agora.

Esse time é responsável por pensar o mercado imobiliário com admiração e respeito ao que foi construído até hoje e do jeito como foi construído. Mas realmente viemos para revolucionar. Não acreditamos em uma venda ou uma compra por influência mas sim pela autonomia das vontades das partes. Então, desenvolvemos uma tecnologia que gera confiança em um processo seguro onde você vai poder exercer o seu direito de compra e venda do seu jeito no seu tempo.

Instagram