Comprar apartamento na planta vale a pena?
Comprar apartamento na planta vale a pena? Foto: Pexels

Como comprar 30 Janeiro 2020 Por Emília Felix

Comprar apartamento na planta vale a pena?

Conhecidos no mercado como um custo de oportunidade, os imóveis na planta são uma solução para pessoas que também querem alcançar o sonho da casa própria em 2020 gastando menos e optando por condições mais realistas de pagamento. O que saber antes de comprar apartamento na planta?

Existem particularidades que precisam estar no seu radar caso você ainda esteja na dúvida sobre comprar um, afinal, cada caso é um caso. Fique atento às possibilidades que vêm junto com a compra do seu próximo apartamento na planta em Brasília.

Nem sempre as taxas cobradas na compra são justas

Na hora de comprar apartamento na planta, é comum você ver uma série de taxas embutidas no seu contrato de compra e venda, mas é importante saber que nem sempre essas cobranças são adequadas ou justas para o seu negócio. Inclusive, muitas delas têm sido discutidas na justiça porque ferem cláusulas do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Com relação ao pagamento do seu imóvel na planta, é comum que as construtoras possuam um banco parceiro para o financiamento de imóveis naquele empreendimento, mas não é obrigação do comprador financiar com a instituição bancária sugerida. No entanto você pode se deparar com a taxa de interveniência, que algumas construtoras cobram caso você opte por um banco diferente para o seu financiamento imobiliário. Essa taxa pode chegar a até 2% do valor do imóvel e é vista pelo artigo 39 do CDC como uma prática de venda casada.

O comprador deve ter direito de escolha e a decisão entre bancos se dá justamente pelas condições que cada um oferece para o pagamento. Tenha a certeza de que você simulou as possibilidades de financiamento imobiliário antes de tomar a decisão. Esclareça com a construtora o interesse em procurar as melhores vantagens para a compra e não se esqueça de registrar tudo no contrato!

Imagem com uma mão assinando um papel representando a assinatura de um contrato entre comprador de imóvel e construtora.
O seu contrato com a construtora escolhida é um dos documentos mais importantes no processo

 

A crise e as oscilações do mercado também podem mudar os rumos de quem já começou um pagamento. Como rescindir um contrato ao comprar apartamento na planta geralmente faz com que a pessoa perca grande parte das parcelas que já foram pagas, muitos optam pela cessão dos direitos de aquisição daquele imóvel para outra pessoa. E apesar disso resolver o problema do pagamento, acaba sendo mais uma oportunidade para que as construtoras te cobrem mais uma taxa.

A taxa de anuência ou cessão de direitos varia entre 2% e 10% do valor do imóvel que você decidiu comprar e é cobrada para custear os custos operacionais da transferência de dívidas entre o comprador e o cessionário, que também será submetido a uma análise de documentação e de crédito. Como a prática acaba sendo vantajosa para os dois lados, já que a construtora continua recebendo suas parcelas em dias, esse tipo de cobrança tem sido contestado judicialmente com frequência, até porque a taxa é tão alta que pode chegar a custar até mais do que cobraria um corretor de imóveis, profissional típico do mercado tradicional.

O valor das parcelas sofre reajustes periódicos

Independente da modalidade, os imóveis seguem um padrão no que diz respeito ao pagamento. Caso você opte por não pagar seu imóvel à vista e decida parcelar sua compra, haverá uma entrada, um prazo e um número de parcelas, que estarão sujeitas também a uma taxa de juros. A diferença aqui é que você começa a pagar antes da construção ficar pronta, então está indiretamente colaborando para o financiamento da obra.

Para comprar apartamento na planta, você fecha negócio com uma construtora ou incorporadora. Até o fim da obra, a empresa responsável faz o cálculo das parcelas com base no Índice Nacional de Custo da Construção Civil (INCC), que reflete o ritmo dos preços de materiais de construção e da mão de obra no setor. Na prática, quer dizer que, por conta desses reajustes, o valor planejando no início do contrato dificilmente vai ser o mesmo no fim, e é papel da construtora fazer a projeção dessas correções para que você esteja preparado.

Escolher as melhores condições para o seu financiamento imobiliário pode ser muito complicado quando você não tem as ferramentas certas. Antes de fechar negócio, confira todas as modalidades existentes e as diferenças entre elas. Existem variações quanto à amortização das parcelas, quanto à taxa que rege os juros e quanto aos valores de entrada. Não tome decisões sem fazer uma boa pesquisa.

Duas pessoas olhando para um papel com números e contas matemáticas simulando o planejamento que está sendo feito para um financiamento imobiliário.
Compare todas as modalidades de financiamento antes de decidir qual você vai utilizar

Entrada parcelada e mais tempo para pagar

Há vantagens bem interessantes quando você opta por comprar apartamento na planta em Brasília. Dependendo da construtora, é possível parcelar o valor de entrada, que para financiamentos imobiliários geralmente fica em torno de 20% do preço de venda do imóvel. Além disso, você pode opinar na escolha do andar do seu apartamento e até de elementos no acabamento para ajustá-lo ao seu gosto e às suas necessidades.

Lançamentos imobiliários são criados com base em pesquisas sobre a região onde eles estão inseridos. E qual é a valorização de um apartamento na planta? Isso significa que comprando na planta você adquire um imóvel mais barato e ainda ganha os benefícios da valorização desse apartamento nos próximos anos.

O Park Sul e o Noroeste são grandes exemplos desse fenômeno em Brasília. O número de empreendimentos com imóveis modernos, sustentáveis e de design sofisticado nessas áreas é cada vez maior, refletindo o potencial de crescimento das regiões.

Imagem de prédio comercial e residencial na região do Noroeste em Brasília. Na imagem, é possível ver um jardim em frente ao prédio e um pequeno estacionamento com alguns carros parados.
O Noroeste tem ganhado destaque em Brasília por ser uma região de constante crescimento

 

Para evitar prejuízos, não compre imóvel no DF com uma construtora qualquer. O bom histórico e a reputação da empresa responsável pelo empreendimento fazem toda a diferença para a obra, afinal, é uma das garantias que você tem de que a construtora ou incorporadora tem o costume de cumprir os acordos que fecha com seus clientes. Os contratos de apartamentos na planta, por exemplo, costumam vir com um atraso previsto de até 180 dias para a entrega da obra. Que tal conferir se a sua construtora de interesse cumpre esses prazos com frequência?

O COMDONO é a solução para quem quer comprar ou vender imóveis em Brasília sem o uso de intermediários. Viabilizamos as melhores soluções para a divulgação do seu imóvel e para o financiamento imobiliário que cabe no seu bolso. Junte-se a nós nessa revolução!

Instagram