Promovendo o sonho da casa própria junto com a Caixa
 Promovendo o sonho da casa própria junto com a Caixa

Dica | Comdono 07 Dezembro 2019 Por Emília Felix

Promovendo o sonho da casa própria junto com a Caixa

Encontrar condições vantajosas de financiamento imobiliário não é uma missão nada fácil. Pensando no seu bem estar, resolvemos unir a praticidade e eficiência do COMDONO à facilidade das soluções financeiras da Caixa Econômica. Assim, você obtém propostas para os imóveis que escolher sem nem sair de casa. Se você cansou de falsas promessas, é só continuar lendo porque neste artigo te diremos tudo o que você precisa saber sobre essa parceria.

 

Diga-me com quem andas e eu te direi quem tu és. No COMDONO, buscamos promover um serviço de excelência e não é por acaso que, para isso, firmamos parceria com uma das principais instituições bancárias do país, a Caixa Econômica Federal. Desde 1861, ela ajuda milhares de brasileiros a encontrarem as melhores soluções financeiras para conquistarem a tão sonhada casa própria. Você já deve ter ouvido falar no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no Bolsa Família ou no Minha Casa Minha Vida, todos programas que só rodam hoje graças a esse banco tão renomado.

 

E onde é que você, interessado em comprar sua casa própria, entra nessa história? As pessoas costumam ter receio de começar a investir em uma casa ou apartamento por medo do acordo. Além de ser o item mais caro que uma pessoa adquire ao longo da vida, optar por um financiamento significa se comprometer com parcelas por um período que pode chegar a até 30 anos, dependendo do caso.

 

Por que é tão difícil financiar?

Isso tudo se dá porque falta informação. O Brasil ainda não possui uma política de educação financeira e isso torna mais difícil a análise de toda e qualquer condição. Por essas e outras acabamos entrando em algumas enrascadas monetárias por aí. Mas quando se trata de financiamento imobiliário, existem alguns fatores importantes de se observar para que você não saia prejudicado.

As instituições bancárias querem suas dívidas quitadas tanto quanto você. Elas não vão te oferecer uma condição impagável para o seu estilo de vida. E além disso, sempre há possibilidade de rever novas maneiras para continuar pagando de forma confortável para o seu bolso. A baixa da taxa Selic nos últimos meses, por exemplo, trouxe uma redução de juros para financiamentos, o que abre mais horizontes para alguém que busca renegociação com os bancos.

É justamente para facilitar o pagamento que os financiamentos geralmente pedem uma porcentagem do valor total como entrada. Se você quer um imóvel de R$ 1 milhão, deve juntar cerca de R$ 300 mil, o equivalente a 30% do valor de venda, antes de começar a pagar. Por que isso? Dessa forma, você consegue pontuações melhores na análise de crédito feita pelo banco, reduz o tempo do seu financiamento e também o valor da parcela. A conta é simples: quanto mais você conseguir para a entrada, melhor para o banco, porque assim ele pode te oferecer condições bem mais vantajosas de pagamento.

 

As letras miúdas do financiamento imobiliário

Só que tem mais coisa nessa conta aí, e geralmente é o que dá mais dor de cabeça para as pessoas. Estamos falando sobre as taxas de juros. Muitos brasileiros recorrem aos financiamentos porque não possuem ainda o valor necessário para fazer uma compra de imóvel à vista. Os financiamentos imobiliários são uma solução imediata para quem deseja ter uma casa própria, afinal, todos queremos deixar uma casa para nossos filhos, certo? Nesse caso, é importante atentar para as condições oferecidas pelos bancos na hora de escolher o seu financiamento. Mais um de um fator influencia nos juros: se o imóvel é novo ou usado, se vai ser comprado por uma pessoa física ou jurídica, se é residencial ou comercial, a cidade onde está localizado, e sobretudo o seu valor. 

Com essas e outras informações os bancos farão uma análise de crédito para decidir qual é o tipo de financiamento que se encaixa na sua situação atual. No COMDONO esse processo é fácil e rápido. Você coloca as informações e os bancos parceiros oferecem propostas para ver quem consegue te atender melhor. A melhor parte é que você não precisa ter conta neles para simular e também recebe todas as propostas via e-mail, sem que seja preciso ir às agências pessoalmente. Hoje, é possível comprar seu imóvel no COMDONO com ajuda da Caixa, do Banco do Brasil, do Santander, do Bradesco, do BRB e do Banco Inter.

Aqui você fica mais perto do sonho da casa própria. Sem sair de casa, você analisa propostas dos principais bancos do país e decide com qual deles vai viver essa conquista. Que tal conferir algumas opções na região de sua preferência para comprar seu primeiro apartamento em Brasília? No COMDONO você tem inúmeras possibilidades: https://comdono.com/busca

Instagram